Associação Brasileira de Pesquisadores de
Comunicação Organizacional e de Relações Públicas

Regulamento Prêmio Abrapcorp Jovem Pesquisador 2020

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram

O Prêmio Abrapcorp Jovem Pesquisador tem como principais objetivos: fomentar a produção científica de qualidade na área de Relações Públicas e Comunicação Organizacional no âmbito dos cursos de graduação em Relações Públicas e Comunicação Organizacional do Brasil; dar visibilidade à produção, incentivar e reconhecer cursos, instituições, professores orientadores e alunos no que diz respeito ao aprofundamento de temas pertinentes à área. Para atender a esses objetivos, o Prêmio obedecerá às seguintes normas:

1- A premiação dos melhores Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) em nível de graduação – divididos em diferentes categorias – ocorrerá anualmente, e considerará os trabalhos produzidos e finalizados por alunos de cursos de Relações Públicas e de Comunicação Organizacional de todo o país, no decorrer do ano de 2019.

2- O Prêmio Abrapcorp Jovem Pesquisador é composto por duas categorias:

2.1. Monografias: pesquisas produzidas e finalizadas por um ou mais alunos de graduação de cursos de Relações Públicas e de Comunicação Organizacional, no ano anterior ao Congresso.

2.2.1. A premiação poderá ser única ou dividida para cada uma das três categorias, a critério do(a) coordenador(a) do Prêmio, em virtude da quantidade de trabalhos inscritos nas diferentes categorias.

2.2. Trabalhos Aplicados: trabalhos teórico-práticos produzidos por um ou mais alunos de graduação de cursos de Relações Públicas e de Comunicação Organizacional, no ano anterior ao Congresso. Os trabalhos deverão apresentar o desenvolvimento de planos de comunicação integrada, de produtos ou a aplicação de práticas de Relações Públicas e de Comunicação Organizacional para organizações de diferentes setores ou pessoas públicas, com embasamento teórico. Os trabalhos deverão ser inscritos nas seguintes subcategorias: a) setor privado, b) setor público e c) terceiro setor.

3- A submissão dos trabalhos será feita em PDF em sistema blind review ou “avaliação às cegas”, de acordo com as instruções expressas anualmente, quando da divulgação do Prêmio. Ou seja, os trabalhos devem omitir informações de autoria, professor orientador e IES, em quaisquer partes do documento.

4- O prazo de submissão dos trabalhos será indicado quando da divulgação do Prêmio.

5- Deverá ser anexada ao trabalho carta que certifique a conclusão do trabalho, com papel timbrado da Instituição, assinada pelo coordenador do curso e/ou orientador, ou histórico escolar/atestado de conclusão de curso em que conste a finalização do TCC no decorrer do ano de 2019.

6- A indicação dos trabalhos para os avaliadores será feita por membros da Comissão Julgadora nomeada pela diretoria da Abrapcorp e pela coordenação do Prêmio Abrapcorp Jovem Pesquisador.

7- Os trabalhos receberão duas avaliações independentes, feitas por profissionais/pesquisadores mestres e/ou doutores.

8- Estarão impedidos de compor a Comissão de Julgamento os avaliadores que tiverem trabalhos de seus orientandos participando do Prêmio.

9- O Prêmio será coordenado por Doutor Associado à Abrapcorp que será responsável por conduzir o seguinte processo: a) receber, organizar e distribuir os documentos para as Comissões Julgadoras; b) organizar e coordenar as sessões de apresentações dos trabalhos finalistas, previstas em momento específico na Programação do Congresso Anual da Abrapcorp; c) conduzir o processo de premiação, durante o referido evento.

10- O julgamento dos trabalhos será realizado em duas etapas: a) primeira etapa – julgamento do documento escrito, com valor máximo atribuído de 90 pontos; e b) segunda etapa – julgamento da exposição oral, durante o Congresso Abrapcorp, com valor máximo atribuído de 10 pontos.

Parágrafo único: na primeira etapa serão classificados até três (03) trabalhos de cada categoria como finalistas do Prêmio Abrapcorp Jovem Pesquisador. Para ser finalista e participar da segunda etapa, o trabalho precisa integralizar, no mínimo, 70 dos 90 pontos da primeira etapa, e ocupar uma das três (03) primeiras colocações.

11 – No julgamento do documento escrito para a categoria Monografia serão empregados os seguintes critérios, com suas respectivas pontuações, pela Comissão Julgadora (o somatório de tais pontuações integraliza o total de 90 pontos por trabalho):
​a) Relevância e atualidade temática – 20 pontos.
b) Pertinência e solidez do suporte teórico – 20 pontos.
c) Rigor metodológico – 15 pontos.
d) Estrutura do trabalho – 10 pontos.
e) Qualidade redacional e adequação às normas cultas da língua portuguesa – 15 pontos.
f) Qualidade dos resultados e potencial para avanços do conhecimento e contribuição na área – 10 pontos.

12- No julgamento do documento escrito para a categoria Trabalhos Aplicados serão empregados os seguintes critérios, com suas respectivas pontuações, pela Comissão Julgadora (o somatório de tais pontuações integraliza o total de 90 pontos por trabalho):
a) Relevância e atualidade da proposta – 20 pontos.
b) Diálogo entre teoria e prática – 20 pontos.
c) Criatividade e Inovação – 20 pontos.
d) Mensuração e avaliação de resultados – 15 pontos.
e) Qualidade redacional e adequação às normas cultas da língua portuguesa – 15 pontos.

13- Os trabalhos classificados na primeira fase como finalistas deverão ser apresentados oralmente, durante o Congresso, em sessão aberta ao público, em data(s) e horário(s) previamente definidos, para uma Banca com, no mínimo, dois professores mestres ou doutores.  Serão empregados os seguintes critérios, com suas respectivas pontuações, pela Banca (o somatório de tais pontuações integraliza o total de 10 pontos por trabalho):
a) Objetividade –  2,5 pontos.
b) Clareza – 2,5 pontos.
c) Observação do tempo estabelecido – 2,5 pontos.
d) Qualidade geral da exposição – 2,5 pontos.

14- A soma dos pontos das avaliações dos documentos escritos e das exposições orais definirá a classificação final de cada trabalho e do Prêmio.

15- Em caso de trabalhos que integralizarem a mesma pontuação, serão utilizados os seguintes critérios para desempate:
a) Ficará em posição superior o trabalho que obtiver mais pontos no primeiro critério que obedecer à seguinte ordem:
1) Relevância e atualidade temática ou da proposta, 2) Pertinência e solidez do suporte teórico / diálogo entre teoria e prática, 3) Qualidade redacional e adequação às normas cultas da língua portuguesa, 4) exposição oral.

16- Os finalistas deverão utilizar o template disponibilizado pela coordenação do Prêmio Abrapcorp Jovem Pesquisador para apresentarem seus trabalhos durante o Congresso Anual da Abrapcorp.

17- Ainda durante o Congresso Anual da Abrapcorp, após a apresentação de todos os trabalhos finalistas na Programação do Evento, será divulgado o resultado que premiará os trabalhos vencedores em cada categoria, a saber:
a) Certificado de Premiação e inclusão na seção Monografias/Trabalhos Aplicados Destaque do site da Abrapcorp;

18- Não será divulgada a ordem de classificação geral. Apenas o 1º lugar em cada categoria será certificado.

19- Ao inscrever-se no Prêmio, o autor assume o compromisso de também inscrever-se no Congresso Abrapcorp e, caso seu trabalho seja um dos finalistas, de apresentar sua monografia ou relatórios/produtos dos trabalhos aplicados no referido evento, em data e horário divulgados na Programação do Congresso Anual. A não apresentação do trabalho implica na sua desclassificação automática.

20- Os trabalhos inscritos no Prêmio também poderão ser inscritos no Espaço Abrapcorp Jovem Pesquisador (atividade do Congresso Abrapcorp que reúne apresentações de trabalhos científicos de estudantes de graduação e recém-formados).

21- A Abrapcorp não custeia a participação dos finalistas no evento. A Abrapcorp concederá a isenção de inscrição para participação do ganhador do prêmio, na edição seguinte do Congresso (ano posterior ao evento da premiação).

22- A inscrição no concurso implica automaticamente a autorização para a publicação da monografia ou dos relatórios/produtos dos projetos aplicados no site da Abrapcorp.

23- Casos omissos no Regulamento serão resolvidos pela comissão julgadora e pela Diretoria da Abrapcorp.