Associação Brasileira de Pesquisadores de
Comunicação Organizacional e de Relações Públicas

XIII Congresso Abrapcorp – Sessões Espaço Jovem Pesquisador

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram

ESPAÇO JOVEM PESQUISADOR

Coordenadora: Profa. Dra. Vânia Penafieri (Cásper Líbero/PUCSP)

Dia 8 de maio de 2019 – 19h às 22h

Sessão 1 – Organizações, cultura e comunicação interna
Moderação: Profa. Dra. Vânia Penafieri

A Importância da comunicação e do engajamento interno para a responsabilidade social corporativa

Mariana Xavier Saad

Resumo: O presente artigo tem como objetivo analisar a contribuição da comunicação interna na gestão da Responsabilidade Social Corporativa (RSC). As empresas percebem cada vez mais a importância de implementarem práticas de Responsabilidade Social (RS), trazendo benefícios para a organização e à sociedade. Neste sentido, o artigo buscou compreender a RS no contexto das organizações e a importância do público interno, avaliar as estratégias de engajamento e identificar diretrizes para essa comunicação. A pesquisa tem caráter exploratório e foi utilizada a pesquisa bibliográfica. Os dados mostram que a comunicação interna (CI) é estratégica para a implementação e fortalecimento da RS, e os funcionários devem conhecer e estarem comprometidos com a atuação da empresa. A CI deve basear-se em ações de engajamento e deve ser orientada pela ética, diálogo, confiança, participação, abrangência e transparência.

Palavras-chave: Responsabilidade Social; Comunicação Interna; Engajamento; Público Interno.

O papel da comunicação interna para o sucesso de uma startup

Wellerson Roggia Leiria

Resumo: O presente estudo tem como objetivo evidenciar o papel da Comunicação Interna para a melhoria do ambiente organizacional e consequentemente para o sucesso das startups, considerando que estas empresas possuem características peculiares e determinantes como por exemplo inovação, estruturação enxuta e flexível entre outras características. Para embasamento teórico foram estudadas as startups e a Comunicação interna. A pesquisa caracteriza-se como exploratória com abordagem qualitativa, cujo levantamento bibliográfico foi constituído com base em livros e artigos. Constatou-se que a CI, por meios de suas estratégias, focadas nas caraterísticas empresariais e no perfil do público interno, possui requisitos capazes de contribuir para o sucesso das startups.

Palavras-chave: Startups; Fatores de Sucesso; Comunicação Interna; Modelo de Comunicação com os Funcionários.

Comunicação Interna e Relações Públicas: a importância estratégica de identificar os diferentes tipos de públicos internos nas organizações

Nayara Medeiros de Brito

Resumo: A maioria das organizações pode estar falando com todos os seus colaboradores e ao mesmo tempo com nenhum deles se não segmentam suas audiências internas. Envolver os colaboradores com as causas da empresa pode ser um desafio ainda maior para ela, considerando as mudanças comunicacionais que vivemos atualmente. Entender que existem, numa abordagem social, diversos tipos de pessoas, faz com que as organizações tenham um cuidado ainda maior para com a forma que vão se relacionar com cada tipo de público vinculado a ela. A importância estratégica de identificar os diferentes tipos de públicos internos foi fundamentada, por meio de pesquisa bibliográfica exploratória, como verdadeiramente essencial para promover planos de comunicação interna que resultam, principalmente, no maior engajamento dos colaboradores e no aumento do poder institucional das organizações.

Palavras-chave: Comunicação Interna; Públicos Internos; Relações Públicas; Colaboradores.

Uma análise da comunicação interna do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – Campus Barreirinhas

Ulisses Diego Pinto da Silva

Resumo: Análise da comunicação interna do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão – IFMA, Campus Barreirinhas, com o objetivo de diagnosticar o funcionamento dos mecanismos comunicacionais e verificar as necessidades da comunicação interna. Realizou-se pesquisa qualitativa com propósito descritivo e exploratório, através de um estudo de caso, utilizando-se da observação participante, questionários semiabertos e pesquisa documental. Identificou-se a necessidade de planejamento estratégico de comunicação, elaboração de ações de integração e acolhimento e criação de espaços de convivência e interação. O estudo revelou dados importantes que podem subsidiar tomada de decisões e o planejamento de ações pela Comissão Permanente de Comunicação do Campus Barreirinhas.

Palavras-chave: Comunicação Interna; Relações Públicas; Planejamento; IFMA Campus Barreirinhas.

O bem-estar na esfera organizacional: contribuições das relações públicas

Catharina Barbosa Carvalho Santana

Resumo: A globalização, bem como o decorrente crescimento de problemas físicos e psicológicos no ambiente corporativo oportunizam a busca da qualidade de vida nas organizações, além do entendimento de como as relações públicas (RP) podem influenciar na qualidade de vida no trabalho (QVT). O objetivo geral da pesquisa é entender como o âmbito e/ou o profissional pode contribuir para a melhoria da qualidade de vida do indivíduo nesta esfera. Como metodologia, há a análise dos questionários que compõem as oito últimas edições das “150 Melhores Empresas para Trabalhar”, realizada pela revista Exame, bem como a estratificação de variáveis norteadoras da QVT, que será correlacionada com a análise de profissionais relevantes – comunicadores e não comunicadores – além do aprofundamento do olhar do relações-públicas diante as limitações encontradas em relação a abordagem temática.

Palavras-chave: Qualidade de Vida; Relações Públicas; Organização; Públicos.

Sessão 2 – Comunicação, relações públicas e interfaces digitais
Moderação: Profa. Dra. Bianca Marder Dreyer

A presença da Igreja Católica nas redes sociais: uma análise das inserções dos padres Fábio de Melo, Marcelo Rossi e Reginaldo Manzotti no Facebook

Fernanda Dewes Cheruti

Resumo: Neste trabalho será analisada a inserção dos padres Fábio de Melo, Marcelo Rossi e Reginaldo Manzotti no ambiente digital, suas estratégias e como as suas inclusões e dos demais sacerdotes afetam a cultura da igreja católica. Com o objetivo de analisar as estratégias comunicacionais utilizadas pelos padres-celebridades nas redes sociais, em especial no Facebook, através do método abdutivo, foram analisadas as páginas destes três padres no Facebook, durante os dias 09 a 14 de outubro de 2017, contemplando o dia dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, marco importante para a igreja católica. Os objetivos foram alcançados através das análises de conteúdo e questionários aplicados com um grupo de fiéis e com padres pertencentes ao Vicariato de Canoas.

Palavras-chave: Midiatização; Religião; Padres-celebridades; Facebook.

Estudo sobre a comunicação digital de movimentos sociais: Facebook do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Mariana Alarcon Datrino

Resumo: As mídias digitais permitem que as informações sejam mais acessíveis, e principalmente, interativas. Desta forma, é também uma ferramenta de mobilização, que pode ser utilizada por movimentos sociais para garantir maior alcance e disseminação de suas demandas e agenda. O objetivo deste estudo é refletir sobre o uso das redes sociais online, em especial do Facebook, como ferramenta de comunicação estratégica dos movimentos sociais. Especificamente, espera-se compreender como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra utiliza a rede, identificando se há uma comunicação estratégica que otimize o trabalho realizado fora do ciberespaço por meio da análise de conteúdo das publicações, reações e comentários. Como forma de contribuição, propomos possíveis alterações na comunicação digital para garantir uma melhoria que esteja alinhada aos objetivos do movimento social.

Palavras-chave: Movimentos Sociais; Comunicação Estratégica; Ciberespaço; Interação; MST.

Empatia em Relações Públicas: perspectivas no ambiente digital

Gabriela Marques

Resumo: Estudo sobre a relevância da empatia para a atividade de relações públicas voltada para o ambiente digital, considerando as características da modernidade e suas consequências para a atividade de relações públicas, bem como para o desenvolvimento e propagação da empatia na comunicação.

Palavras-chave: Empatia; Ambiente Digital; Relações Públicas; Modernidade.

As Agências Reguladoras e Organizações de Terceiro Setor e suas interações no Facebook

Fernanda Luz Moraes, Andecler Franção Garcia, Cleusa Maria Andrade Scroferneker, Bruna Oliveira Busse

Resumo: O presente artigo apresenta os resultados parciais da pesquisa sobre interações no Facebook em 10 organizações brasileiras composta por cinco Agências Reguladoras e cinco Organizações do Terceiro Setor. A escolha das agências reguladoras atendeu ao critério de representatividade em relação ao setor e vinculação a Ministérios distintos. No caso das organizações de Terceiro Setor, o critério adotado foi, igualmente, da representatividade, relevância e especificidade nas áreas que atuam e/ou atendem. Trata-se de recorte do projeto que vem sendo desenvolvido, desde março de 2018, com o apoio do CNPq , e que tem como tema a [re] significação das ouvidorias virtuais pelas organizações ao se utilizarem/apropriarem das mídias sociais.

Palavras-chave: Comunicação Organizacional; Ouvidorias Virtuais; Mídias Sociais; Organizações de Terceiro Setor; Comunicação Digital.

Relações Públicas na indústria dos games – construção e gestão de comunidades em ambientes digitais

Victor Hugo Capelini

Resumo: O presente trabalho apresenta uma análise acerca do estabelecimento e gerenciamento de comunidades como estratégia de Relações Públicas, especialmente dentro da indústria dos games. Em um primeiro momento busca-se compreender o que constitui uma comunidade, para em seguida identificar como essa estrutura social mudou com a virtualização dos meios de comunicação. Tal embasamento permite a contextualização dessa ideia no universo da comunicação, além do contato com autores que enxergam comunidades como “o novo público” nas relações públicas. A familiarização com o conceito de brand communities, bem como a assimilação das práticas que caracterizam uma cultura participativa são outros insumos importantes retirados desta pesquisa. Por fim, com o estudo de alguns casos provenientes da indústria dos games, este trabalho busca apresentar como todos esses conceitos podem se converter em ações.

Palavras-chave: Comunidade; Cultura de Participação; Senso de Pertencimento; Games.

De poderosa à malandra: uma análise das estratégias de relações públicas da Anitta frente à convergência das mídias sociais digitais

Cristiane Ogata, Rayane Tavares Barros

Resumo: Este artigo tem como o objetivo contextualizar e apresentar as estratégias de relações públicas frente a convergências das mídias, a partir de observações e análises das plataformas de mídias sociais digitais da atriz social, a cantora Anitta. Entre as etapas constituintes para construção e configuração deste artigo, consiste na realização uma pesquisa empírica, a partir de uma série de observações não participantes em todas as plataformas de mídias sociais digitais da Anitta, seguida de uma análise sobre elas e suas devidas conclusões.

Palavras-chave: Estratégias; Relações Públicas; Mídias Sociais Digitais; Convergência das Mídias.

Sessão 3 – Conceitos e estratégias em Comunicação Organizacional e Relações Públicas
Moderação: Profa. Dra. Valéria de Siqueira Castro Lopes

As relações públicas e seu escopo de atuação na era do usuário-mídia

Karen Eduarda Gandra, Carlise Nascimento Borges

Resumo: Este artigo propõe a divulgação de resultados encontrados na primeira etapa de uma pesquisa de iniciação científica realizada no segundo semestre de 2018 e que integra o Programa Institucional de Iniciação Científica (Pró-Ciência) da FECAP. Com o incentivo do CNPq (bolsa PIBIC/CNPq), a pesquisa de iniciação científica visa identificar de que maneiras a atuação profissional das relações públicas vem sendo afetada em decorrência das transformações da era do usuário-mídia, especialmente aquelas que tangenciam a reputação. Dentro de suas qualificações, o relações públicas aparece como o profissional capacitado para a gestão dos relacionamentos e a gestão reputação. Neste artigo apresentamos os resultados de um dos objetivos do projeto: o mapeamento dos principais serviços e atividades exercidas atualmente no campo profissional das relações públicas no Brasil.

Palavras-chave: Relações Públicas; Usuário-mídia; Agências de Comunicação; Pesquisa Exploratória.

Plano De Relações Públicas Para Woole

Rute dos Santos Alcalde

Resumo: Este plano foi desenvolvido pela agência experimental de relações públicas Mannaz Comunicação para a startup de mobilidade urbana Woole – desenvolvedora de um aplicativo colaborativo de rotas personalizadas para ciclistas – como trabalho de conclusão de curso. Objetivando elaborar um plano de comunicação estratégico adequado às necessidades da organização, foram desenvolvidas etapas de briefing, análise de setor e mercado, mapeamento de públicos e concorrência, análise SWOT, pesquisas e diagnóstico. As ações criadas são voltadas para promover o conhecimento do aplicativo, além de criar e fortalecer o relacionamento com públicos prioritários, tendo como estratégia principal colocar a Woole como agente social de mudança, que conversa com seu público de igual para igual e está disposta a assumir um comportamento proativo melhorando a mobilidade urbana.

Palavras-chave: Bicicleta; Comunicação; Relações Públicas; Startup; Woole.

Youtubers Mirins: relações públicas, publicidade infantil e responsabilidade social

Ana Luiza Andrade Ferreira de Moura

Resumo: Este artigo pretende analisar a responsabilidade social dos YouTubers mirins perante as estratégias de comunicação e formatos publicitários direcionados a crianças na internet. Faz-se necessária a abordagem sobre a dimensão da ética do profissional de relações públicas, das apropriações das plataformas digitais e, sobretudo, dos conteúdos de entretenimento dos sites infantis.

Palavras-chave: Youtubers Mirins; Relações Públicas; Publicidade Infantil; Plataformas Digitais; Responsabilidade Social.

Competências profissionais dos relações-públicas: uma sondagem com egressos da ECA-USP

Karina Ferrara Barros, Maria Aparecida Ferrari

Resumo: A preocupação com o tema das competências profissionais na área das Relações Públicas é evidenciada nas Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Relações Públicas. Entretanto, foi verificado na revisão da literatura que o tema não é estudado em profundidade no campo da atividade mencionada. Foi realizada uma sondagem com egressos do curso de Relações Públicas da ECA-USP com o objetivo de identificar quais são os conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para o desempenho das atividades e verificar se o curso de graduação da ECA-USP contribuiu para o desenvolvimento de competências. Foi identificado que para cada atividade de Relações Públicas são necessárias competências distintas. Além disso, a contribuição do curso para o desenvolvimento de competências foi avaliada negativamente pelos egressos.

Palavras-chave: Relações-públicas; Competências Profissionais; Egressos.

Cidadania corporativa e a práxis de relações públicas: possibilidades de convergências nas organizações

Liliane Fraga da Silva, Marcelo de Barros Tavares

Resumo: O presente trabalho é uma síntese de monografia apresentada e aprovada como requisito para obtenção do título de Bacharel em Relações Públicas, cujo tema é a cidadania corporativa e as Relações Públicas. O objetivo fica centrado em compreender a percepção da cidadania corporativa nas organizações do contemporâneo, e identificar a práxis de Relações Públicas no viés da cidadania corporativa. O estudo utiliza abordagem qualitativa, selecionando organizações de segundo setor associadas à Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, no capítulo do Rio Grande do Sul. A metodologia é análise de Conteúdo (BARDIN, 2016), a partir da categorização dos Conceitos de Distinção Social (BOURDIEU, 2007), responsabilidade social, e ética e estética (SIMÕES, 1995). Neste trabalho, são apresentados os principais resultados obtidos.

Palavras-chave: Cidadania Corporativa; Distinção Social; Ética e Estética; Relações Públicas; Responsabilidade Social.

Tecnologia Sociável em Relações Públicas

Taisa Sanitá Selis

Resumo: Com base na revisão da literatura, sugerimos um olhar crítico sobre o relacionamento das empresas com os consumidores, visto que há automatização dos serviços prestados, e reflexão sobre a personalização do atendimento usando plataformas online. Para isso propomos o termo “tecnologia sociável”, como referência às ferramentas e plataformas digitais utilizadas para estreitar o relacionamento das marcas com seus públicos. As teorias apresentadas auxiliarão a responder: há relações entre a tecnologia sociável e a atividade de relações públicas?

Palavras-chave: Comunicação; Tecnologia Sociável; Relacionamento; Relações Públicas.

Dia 9 de maio de 2019 – 19h às 22h

Sessão 4 – Opinião pública, comunicação e cidadania

Profa. Dra. Vânia Penafieri

A Comunicação e a equidade de gênero e de raça: um estudo das empresas gaúchas participantes da 6ª Edição do Proger

Cristiane Curi da Silva, Denise Avancini Alves

Resumo: O desigual panorama brasileiro repercute em mecanismos para combater a discriminação de gênero e de raça. Nessa esteira, o Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça luta por uma sociedade mais igualitária. O objetivo do presente estudo é analisar como a temática da equidade de gênero e raça se faz presente na comunicação institucional das empresas gaúchas participantes da última edição do PROGER, tendo como suporte reflexões sobre a figura feminina trabalhadora e a atuação do relações-públicas no contexto organizacional. Tem como corpus de pesquisa os materiais de ética e de conduta das sete organizações participantes da 6ª edição e constatou que a análise quanto à interseccionalidade foi percebida de forma ponderada, mas sendo primordial a conduta envolta do respeito. As relações com diferentes públicos exaltaram a dimensão do tema, com efeito na imagem da organização.

Palavras-chave: Equidade; Gênero; Raça; Comunicação; Proger.

Intervenção Federal no Rio de Janeiro: a memória social como influência nas narrativas e as relações públicas como resistência

Bárbara Perrupato Duarte

Resumo: O trabalho analisa a memória social como elemento influenciador das narrativas e o papel das relações públicas como resistência àquela proposta pela grande mídia. O contexto da intervenção federal no Rio de Janeiro foi apresentado na mídia e também discutido em espaços alternativos dos cidadãos, quando a memória social acerca de períodos autoritários veio à tona. Essa proposta permite discutir possibilidades sobre as relações públicas como ativismo e resistência a fenômenos como o silenciamento das memórias.

Palavras-chave: Relações Públicas; Memória Social; Ativismo; Intervenção Federal no Rio de Janeiro.

Identidades do jornalismo cidadão: uma análise da cultura organizacional da Mídia Ninja

Fernanda Vieira

Resumo: O jornalismo cidadão é um dos principais meios de democratização da comunicação. Entender a cultura organizacional de uma das grandes representantes desse tipo de jornalismo, a Mídia Ninja, é o objetivo do presente trabalho. Por meio da utilização da metodologia triangular com a aplicação de questionários, realização de entrevistas e a observação participante nas sedes da Mídia Ninja Brasília e Mídia Ninja Belo Horizonte foram obtidos como principais resultados que caracterizam o objeto de estudo: o colaborativismo, a utilização das tecnologias para a comunicação interna, a movimentação fluida da equipe.

Palavras-chave: Cultura Organizacional; Jornalismo Cidadão; Mídia Ninja; Comunicação Organizacional; Jornalismo Independente.

Relações Públicas, democracia e opinião pública: discussão sobre limites e responsabilidades no uso da persuasão e manipulação no século XXI

Mariana Arruda Franco

Resumo: O presente artigo propõe uma discussão acerca das relações públicas como atividade capaz de construir narrativas e discursos e mobilizar a opinião pública. Diante disso, é proposta uma reflexão sobre as técnicas de manipulação e persuasão da opinião públicas e como elas influenciam o exercício da atividade. A pesquisa é fundamentada por um levantamento bibliográfico.

Palavras-chave: Relações Públicas; Persuasão; Manipulação; Opinião Pública; Informação.

Assédio moral e sexual nas organizações: uma responsabilidade empresarial sob a óptica da Comunicação Organizacional Crítica

Ana Beatriz Marques Egéa

Resumo: A vigência do assédio moral e sexual na sociedade apresenta efeitos destrutivos na vida de suas vítimas, porém é potencializado quando ocorrido em ambientes laborais. Para isso, serão utilizadas abordagens teórico-conceituais para compreender os fatores que estimulam a incidência da referida prática. Pelo fato de a conduta se configurar como fenômeno social e se intensificar no local de trabalho, a Teoria Crítica da Comunicação Organizacional será aprofundada com o objetivo assimilar as questões sociais e corporativas que abrangem a problemática. A partir disso, serão analisadas estratégias de comunicação já existentes, além da proposição de sugestões de natureza comunicacional na tentativa de suprimir as decorrências do assédio de maneira compatível à responsabilidade empresarial.

Palavras-chave: Assédio Moral e Sexual; Teoria Crítica da Comunicação Organizacional; Estratégias de Comunicação; Responsabilidade Empresarial.

Sessão 5 – Imagem corporativa e ambiência digital
Moderação: Profa. Dra. Bianca Marder Dreyer

Reputação empresarial diante de uma crise institucional: o caso Anglo American

Diogo Ferreira Queiroga Alves

Resumo: A reputação não está na lista de preocupações dos executivos de uma empresa que, geralmente, têm maior atenção com o desenvolvimento econômico da empresa. Entretanto, o mesmo não se pode afirmar com relação à área de comunicação empresarial, que é, usualmente, esquecida pelos profissionais da diretoria, o que se torna evidente em situações de crise. Assim, esse trabalho vem evidenciar o impacto das ações de comunicação na reputação e imagem de uma mineradora. Esse tema se fez necessário, uma vez que esse tipo de crise pode destruir, em um curto espaço de tempo, a reputação de uma organização. Para chegar ao objetivo proposto, foi feita análise das ações de comunicação adotadas pela empresa Anglo American antes e pós crise, reforçando, então, a importância da comunicação empresarial vista de forma estratégica.

Palavras-chave: Administração Estratégica; Marketing; Comunicação; Reputação; Crise.

A Comunicação Organizacional e a Governança Corporativa na construção de uma imagem e reputação de “Marca Cidadã”

Lucas Cintra

Resumo: A Comunicação Organizacional, compreendida como elemento de caráter estratégico para a gestão das organizações modernas, representa um importante canal de troca de informações e relacionamento entre o ambiente interno das organizações e o mundo exterior a elas. É a comunicação, via de regra, que viabiliza a construção da cultura organizacional e da identidade corporativa, que pautada por processos, costumes e políticas de uma Governança Corporativa possibilita às organizações a emissão de uma imagem e reputação cidadã. Essa pesquisa teve por objetivo analisar o papel da comunicação organizacional na construção e manutenção de uma imagem e reputação sólida e estrategicamente definida como “cidadã”. Para isso, foi realizada uma pesquisa exploratória através do estudo de caso de uma marca, viabilizada através da análise qualitativa do conteúdo de sua comunicação através de suas hipermídias. Através do material analisado, foi possível averiguar características e práticas tais como de Governança Corporativa, ações de Sustentabilidade, atitudes de Ética e Transparência e a observância aos Direitos Humanos, as quais podem classificar uma empresa/marca como Cidadã e dessa forma, foi possível verificar a Comunicação Organizacional empregada para a construção e manutenção de Imagem e Reputação Organizacional.

Palavras-chave: Comunicação Organizacional; Governança Corporativa; Marca Cidadã.

Imagem e posicionamento social: o valor da marca Itaú com ênfase no Programa Itaú Mulher Empreendedora

Thays Dias Domingos

Resumo: O artigo propõe refletir a gestão de imagem da marca em virtude da maneira que ocorrem as interações entre organizações com os seus diversos públicos. Entre as atividades do profissional de Relações Públicas, está desenvolver um planejamento de comunicação estratégica que possibilita a transmissão dos valores da empresa, bem como as suas práticas de responsabilidade social corporativa de modo a sensibilizar a opinião pública e fortalecer a marca. Dessa forma, o objetivo geral visa analisar como o posicionamento social proposto pelo banco Itaú por meio da campanha Vai Garota do Programa Itaú Mulher Empreendedora propicia a percepção da imagem e valor da marca.

Palavras-chave: Gestão da Imagem; Itaú; Posicionamento Social; Responsabilidade Social Corporativa.

As Estratégias de comunicação digital do programa de Ecopontos: análise sobre o uso do Facebook como fator de engajamento

Daniel Augusto da Silva Santos, Gisela Maria Santos Ferreira de Sousa

Resumo: No presente estudo abordamos as estratégias de comunicação digital do Programa de Ecopontos focalizadas a partir de uma análise sobre o uso do Facebook como fator de interação e engajamento. O objetivo é entender de que forma as estratégias de comunicação a partir desta rede social digital tem sido usada para gerar interação entre a Prefeitura de São Luís (PMSL) e os seguidores da sua página, a fim de alcançar o engajamento necessário para a participação da comunidade de São Luís ao programa. Realizamos pesquisa exploratória, usando como técnica de suporte para a coleta de dados a observação encoberta e não participativa (JOHNSON, 2010) junto à página do Facebook da PMSL, e, ainda, o Netvizz, aplicativo da própria rede social. Como resultado, observamos as peculiaridades de cada postagem, classificando-as de acordo com a Pirâmide de Engajamento proposta por Charlene Li (2014).

Palavras-chave: Comunicação Organizacional; Comunicação Digital; Engajamento; Redes Sociais Digitais; Ecopontos.

Comunicação organizacional, identidades e estéticas da diferença: análise de 2 (dois) anos dos discursos do Governo Federal frente à epidemia do vírus zika

Adriana Helena de Almeida Freitas

Resumo: Este artigo se propõe a analisar os discursos do Governo federal frente ao elevado nascimento de crianças com microcefalia a partir de novembro de 2015 a fim de investigar de que maneiras o Governo, tomado enquanto organização, é afetado e busca afetar os públicos frente à emergência social desta diferença. As escolhas metodológicas do artigo baseiam-se nas análises discursivas foucaultianas e as discussões dos dados é fundamentada nas reflexões acerca da construção de identidades nas organizações em Baldissera (2007, 2009) e nas compreensões das manifestações da estética no âmbito organizacional propostas por Marques e Mafra (2013, 2014 e 2017). Como principais resultados, evidencia-se que o governo leva um ano para deixar permitir a aparência dos sujeitos afetados pela microcefalia no Blog da Saúde e se apropria destas imagens para a conscientização do público. As iniciativas de atualização desta perspectiva dramatizada partem de agentes externos em relação à organização.

Palavras-chave: Microcefalia; Diferença; Identidades; Comunicação Organizacional; Experiência Estética.

Caso Toddynho: uma análise do gerenciamento da crise do achocolatado contaminado em 2011

Joyce Anne Ribeiro Franco da Silva

Resumo: Crises em contextos organizacionais têm se tornado habituais. Em 2011, a marca Toddynho, pertencente à empresa PepsiCo, enfrentou uma crise provocada por problemas no processo de produção de suas mercadorias, quando seu achocolatado de 200 ml foi contaminado com produtos de limpeza, lesionando 39 pessoas no estado do Rio Grande do Sul. O presente trabalho tem o intuito de verificar as ações desenvolvidas pela organização durante o período de incerteza da companhia e avaliar os erros e acertos à luz da contribuição de Fearn-Banks (2011).

Palavras-chave: Gerenciamento de Crises; Toddynho Contaminado; Crise em Contextos Organizacionais.